Portal dos Bebês

Fonoaudiologia

Odontologia

FOB
Imprimir AumentarDiminuir

altere o tamanho do texto:

Hipotireoidismo Congênito

O hipotireoidismo congênito (HC) é um distúrbio do metabolismo, caracterizado pela produção deficiente dos hormônios da tireóide, devido ao mau funcionamento ou malformação da glândula tireóide. É a principal causa de deficiência intelectual passível de prevenção se diagnosticada e tratada oportunamente.

Os efeitos da falta dos hormônios da tireóide, durante o período gestacional, podem ser evitados pela passagem dos hormônios da mãe para o feto, porém, a partir do nascimento a transferência de hormônio materno para o feto desaparece e aqueles recém nascidos não tratados após o terceiro mês de vida apresentarão geralmente atraso no desenvolvimento físico e cognitivo com possibilidade de deficiência intelectual.

Já nos três primeiros meses de vida, as crianças com hipotireoidismo congênito podem apresentar sinais sugestivos dessa alteração metabólica, tais como: letargia, sonolência, hipotonia, hipotermia, icterícia prolongada, edema, olhos empapuçados, fontanelas amplas, distensão abdominal, bócio, choro rouco, obstrução nasal, dificuldade para mamar, dificuldade respiratória, constipação intestinal, pele fria e seca e hérnia umbilical.

O tratamento consiste na reposição dos hormônios tiroidianos, que devem ser mantidos por toda a vida do indivíduo. O indivíduo com Hipotireoidismo congênito deverá fazer exames sanguíneos frequentes para acompanhar os níveis dos hormônios.
F.A.Q.
Desenvolvido por Lecom S.A.