Portal dos Bebês

Fonoaudiologia

Odontologia

FOB
Imprimir AumentarDiminuir

altere o tamanho do texto:

Como estimular um bebê com deficiência auditiva

Todas as crianças precisam escutar primeiro para aprenderem a falar. Isto acontece com todas as crianças ouvintes. Com as crianças que têm perda auditiva, ocorre da mesma maneira:

1. Primeiro a criança ouvirá os sons com a ajuda de seus aparelhos auditivos e/ou implante coclear para então, com a ajuda da família e reabilitadores, aprenderem a escutar e a falar;

2. A audição é um sentido que nunca pára! Daí a importância da criança usar corretamente seus aparelhos auditivos e/ou implante coclear em todas as horas em que estiver acordada (*menos nas situações de banho e piscina). É isto que garante para a criança a experiência auditiva, ou seja, ouvir os sons do ambiente e os sons da fala sempre que está acordada. Isto é fundamental para que ela desenvolva a fala. 

Para o melhor aproveitamento da audição destas crianças, a seguir são descritas algumas atitudes que os pais e outras pessoas devem ter quando conversarem com elas:

  • Falar próximo da criança, de preferência ao lado do microfone do implante coclear ou no lado que a criança ouve melhor com o aparelho auditivo, ou ainda falar de frente, no mesmo nível do rosto da criança.
  • Evitar conversar com a criança quando outros ruídos estão competindo com a sua voz, por exemplo, a televisão e o rádio ligados, os barulhos externos, muitas pessoas conversando ao mesmo tempo. Evitar esta situação especialmente na fase em que as crianças estão começando a aprender a escutar.
  • Falar um pouco mais devagar que o normal, sem exagerar a articulação e sem gritar ou elevar muito a voz.
  • Usar voz alegre, animada, com melodia. Isto faz com que a criança perceba melhor a nossa fala. Esta conduta é especialmente importante para as crianças mais novas, que estão iniciando o aprendizado de escuta.
  • Dar um tempo de espera para que a criança processe o que foi dito e lhe dê uma resposta. Muitas vezes perguntamos e ao mesmo tempo respondemos pela criança, e isto não vai ajudá-la.
  • É a partir da experiência auditiva com o aparelho auditivo ou implante coclear que a criança começará a perceber o significado dos sons para sua comunicação e então, começará a falar!

F.A.Q.
Desenvolvido por Lecom S.A.