Portal dos Bebês

Fonoaudiologia

Odontologia

FOB
Imprimir AumentarDiminuir

altere o tamanho do texto:

Prevenção dos hábitos de sucção

A primeira forma e a mais importante de prevenção tanto de hábitos de sucção nutritivos quanto não nutritivos é a exposição ao aleitamento natural, por favorecer a relação psico-afetiva entre mãe e filho e promover a nutrição adequada para o bebê. Para conhecer os outros benefícios do Aleitamento materno, clique aqui.

Alguns casos especiais requerem estratégias adicionais. Vejamos os mais comuns:

1 – Retorno da mãe ao trabalho: quando a mãe retorna ao trabalho recomenda-se que estoque o leite materno, e utilize métodos de aleitamento como o uso de xícara ou copo durante sua ausência temporária. Mesmo que dessa forma a criança não realize os movimentos de sucção importantes para o crescimento e desenvolvimento craniofacial adequado, é mais indicado do que a utilização da mamadeira. O uso de bicos de borracha pode causar a “confusão de bico” fazendo com que o bebê rejeite peito materno e prefira se alimentar por meio da mamadeira, que exige menos esforços. Assim, é indicado que a mãe utilize por períodos curtos o aleitamento por meio de copos. É preferível que a mãe retorne o máximo de vezes para o local em que está seu filho para amamentá-lo.

2 – Doenças maternas: em alguns casos, devido à enfermidades da mãe ou da própria criança, a amamentação natural pode ser impossibilitada e, portanto, outros métodos de aleitamento necessitam ser utilizados. Portanto é muito importante o acompanhamento médico periódico, desde o período gestacional.

3 - Choros prolongados: quando o bebê chora muito, algumas mães oferecem a chupeta ou permitem que eles suguem o dedo, parando o choro. Isto não é bom para o bebê, primeiramente porque os hábitos orais podem causar várias complicações no desenvolvimento do bebê (clique aqui para saber mais sobre esses problemas). E em segundo lugar, os pais devem procurar identificar qual é a causa do choro e não em apenas cessá-lo.
F.A.Q.
Desenvolvido por Lecom S.A.